Entre em Contato e agende a sua CONSULTA
Siga o Dr. Daniel nas Redes Sociais
Centro Médico Jardins - Sala 811 | 8º Andar
Av. Ministro Geraldo Barreto Sobral, 2131 | Aracaju-SE

(79) 98848-1580 (Ligação e Whatsapp)

consultorio.doutordanielmachado@gmail.com

©2008-2020 Dr. Daniel Machado - Cirurgião Plástico - Todos os Direitos Reservados 

3 Razões para PARAR de Contar Calorias Agora Mesmo!


De todas as maneiras pelas quais as pessoas tentam perder peso, a contagem de calorias ainda é provavelmente a mais popular.

Basta ir a uma consulta com um Nutricionista e você provavelmente vai sair de lá com uma lista de alimentos e suas respectivas quantidades baseadas no número de calorias que você deve ingerir, juntamente com a quantidade de calorias que você deve gastar, para que no final das contas você emagreça.

Esse tipo de abordagem é o que chamamos de DIETA QUANTITATIVA, pois leva em consideração a quantidade do alimento ingerido e não sua Qualidade.

E nosso corpo não funciona exatamente assim e eu vou lhe explicar porque:

1- Não leva em consideração as necessidades diárias do seu corpo

Isso quer dizer que, independente da quantidade de atividades do seu dia, da quantidade de esforço e da quantidade de exercício que você faça, você vai ter que comer aquela quantidade X de calorias por dia.

Note que a quantidade de calorias foi pré-determinada e fixada em um dado momento. Mas as necessidades de energia variam a cada dia conforme as suas atividades.

E, a menos que você se torne uma calculadora ambulante de calorias para contabilizar diariamente tudo o que foi gasto, menos tudo o que foi ingerido... Essa conta não vai dar certo.

2- Não leva em consideração a sua FOME e os seus Instintos

Isso quer dizer que se naquele cardápio que você está seguindo, diz que o lanche é meia maçã, então é isso que você deve comer, nem mais nem menos.

Mas e se você ainda estiver com fome depois disso? Vai ter que controlar seu impulso até a próxima refeição.

Acontece que essa próxima refeição e todas as outras depois dela, também tem uma quantidade restrita, independentemente da sua fome. E esse é um grande problema.

Porque ninguém suporta ficar com fome. Isso é torturante e frustrante. Isso vai contra a natureza fisiológica do nosso corpo e dos nossos instintos de sobrevivência.

Seguindo esse caminho, você estará travando uma luta com seu organismo, que você fatalmente irá perder.

Porque o seu cérebro não foi programado para entender que você deseja uma cintura mais fina e alguns quilos a menos na balança. Ele foi programado para manter você viva, e ele fará de tudo para conseguir isso.

Se o seu cérebro nota que suas reservas estão baixas, ou seja, que você está gastando mais do que está consumindo, ele lutará contra isso, enviando sinais constantes de fome para que você se alimente imediatamente.

É semelhante ao que ocorre quando tentamos prender a respiração, bloqueando a entrada do ar com nossa própria mão.

Você vai conseguir fazer isso por algum tempo (alguns segundos ou mais).

Mas o seu cérebro vai lutar por sua sobrevivência, enviando um sinal tão forte para que você respire, que por mais que você tente, se esforce e lute, você não vai resistir e vai voltar a respirar novamente.

Da mesma forma que acontece quando você resiste à fome. É uma força gigante, instintiva e involuntária contra a qual não temos a menor chance. Você não tem como controlar ou dominar isso.

3- Não leva em consideração que as Calorias NÃO SÃO IGUAIS

Digamos que na matemática das Calorias, para você perder peso, você tem que ingerir 1.800 calorias por dia.

As Calorias estão presentes em todos os alimentos.

Porém, o impacto que elas provocam em nosso organismo, varia absurdamente de um alimento para o outro. E isso não é contabilizado nos cálculos de quem conta calorias.

O que quero dizer é que 1.800 calorias de brigadeiro NÃO SÃO IGUAIS a 1.800 calorias de alface ou a 1.800 calorias de frango grelhado.

Quando você ingere um alimento rico em carboidrato simples, como é o caso do brigadeiro, os níveis de insulina vão para as alturas a fim de retirar essa quantidade tóxica de açúcar do sangue e transportar esse excesso de energia para as células em forma de gordura. Provocando em seguida, fome novamente, uma vez que a absorção do alimento foi muito veloz.

Por outro lado, quando você ingere o frango, por exemplo, não há açúcar injeção de açúcar no sangue e não há impacto nos níveis de insulina. A digestão é feita lentamente, aumentando o tempo de saciedade do organismo.

E como a proteína (que é a fonte de energia liberada pelo frango) não é a fonte de energia favorita do nosso corpo, ela vai participar da constituição dos nosso tecidos e estrutura muscular, enquanto o corpo busca por sua fonte favorita de energia em ordem de preferência.

Primeiro o organismo busca o carboidrato, sua fonte nº 1. Mas você não ingeriu carboidrato, você ingeriu o frango que é proteína.

Depois o organismo busca a gordura, sua fonte nº 2. Mas você ingeriu um frango grelhado magrinho, sem gordura. Mas sabe aquele pneuzinho que você tem aí na cintura? Sim, seu corpo vai consumir esse pneuzinho para conseguir a energia necessária para as atividades do seu dia.

O organismo só acessa as reservas de proteína como fonte de energia, quando não há nenhuma fonte de carboidrato ou gordura no seu organismo. E isso é não acontece em condições normais.

Em suma, enquanto 1.800 calorias de brigadeiro, macarrão, bolo, pão, dentre outros carboidratos simples, causam um aumento rápido de energia em nosso organismo, com o consequente acúmulo desse excesso em forma de gordura nas células.

Temos que 1.800 calorias de proteína, por exemplo, fazem com que o corpo seja obrigado a acessar as reservas de gordura do nosso corpo para obter energia, fazendo com que ocorra a perda de peso.

Essas foram 3 razões, mas tem muito mais motivos que eu poderia citar aqui ainda.

Esse assunto é realmente muito extenso, mas acredito que com isso, já deu para entender que QUANTIDADE não é o caminho da tão sonhada perda de peso, pois é a QUALIDADE do que se come que realmente deve ser levada em consideração se você quiser um emagrecimento natural e saudável, como é o caso da Dieta Diva.

Ainda não conhece a Dieta Diva? Então clique AQUI para baixar o E-book GRÁTIS no qual eu te ensino a perder até 6 kg em 15 dias, sem sofrer e sem passar fome!

Se você gostou desse assunto e quer entender um pouco mais como funciona essa questão das fontes de energia em nosso organismo, assista ao vídeo que fiz explicando como era a “geladeira” no tempo das cavernas, clicando -> AQUI

E se você acredita que essas informações podem ajudar a mudar a vida de alguém, compartilhe esse artigo com ela!

Obrigado e até a próxima.

#PerderBarriga #DietaLowCarb #ComoEmagrecer #PerderPeso

6 visualizações