Entre em Contato e agende a sua CONSULTA
Siga o Dr. Daniel nas Redes Sociais
Centro Médico Jardins - Sala 811 | 8º Andar
Av. Ministro Geraldo Barreto Sobral, 2131 | Aracaju-SE

(79) 98848-1580 (Ligação e Whatsapp)

consultorio.doutordanielmachado@gmail.com

©2008-2020 Dr. Daniel Machado - Cirurgião Plástico - Todos os Direitos Reservados 

Procedimentos

Sinais de Pele

O que são os sinais de pele?

Enquanto certos sinais de pele trazem um certo charme e são até cultivados... Outros são causa de preocupação e consulta médica imediata, por trazerem à tona um problema realmente sério como o CÂNCER de PELE.

 

Nesse artigo eu gostaria de fazer alguns esclarecimentos importantes sobre esse tema com o fim de combater por um lado os verdadeiros perigos e, por outro, banir temores injustificados.

 

Para isso, a primeira coisa que você precisa saber é o que são os sinais de pele ou pintas?

 

Eles são lesões denominadas de nevos melanocíticos, caracterizadas por serem planas ou elevadas e cuja coloração pode variar, podendo ou não apresentar pelos.

Os sinais também podem ser congênitos (quando presentes desde o nascimento) ou adquiridos (quando surgem após o nascimento), pequenos, puntiformes ou até gigantes, aqueles que atingem grandes áreas do corpo.

A grande maioria desses sinais é benigna, porém alguns deles podem se transformar em câncer de pele.​

O que é Câncer da Pele?

O câncer da pele é um crescimento descontrolado e anormal das células que compõe a pele. Existem diferentes tipos de câncer, dependendo do tipo de célula que se prolifera. Os mais comuns são os carcinomas basocelulares,espinocelulares e melanomas.

O Melanoma é o mais agressivo e malígino de todos os tumores da pele. Na maioria das vezes se parece com uma pinta (nevo), sarda ou mancha de nascença. Porém ele cresce rápido e é temido por formar metástases, alastrando-se por outras partes do corpo.

No Brasil são registrados cerca de 130 mil novos casos de câncer de pele a cada ano.

Quando devemos nos preocupar com nossos sinais (pintas)?

Devemos ficar atentos quando uma pinta começa a apresentar certas variações em sua aparência.

Existe uma “fórmula” chamada de "regra ABCDE" que ajuda a identificar quando essas variações nos sinais apresentam riscos reais para a saúde:

A - "Assimetria“: se o sinal era redondinho e começa a adquirir  contornos irregulares, está mais propenso a se tornar um câncer;

B - "Bordas": bordas irregulares, rugosas e ásperas podem representar um mal sinal;

C - "Coloração": Se a pinta começam apresentar cores incomuns como preto, azul, cinza, esverdeado ou vários tons de marrom, também é importante ficar alerta;

D- "Diâmetro": se o tamanho aumenta é aconselhável colocar o sinal sob observação, sobretudo se tem diâmetro maior do que seis milímetros;

E- "Elevação" ou "evolução": Sinais com elevações e/ou que "evoluem" em um ou mais aspectos, mudando de cor, tamanho ou apresentando sintomas como coceira, sangramento ou formação de crosta, devem ser analisados por um especialista.

Por que reconhecer precocemente o câncer de pele?

Porque quanto mais cedo for reconhecido, maiores serão as chances de cura através de procedimentos simples.

Um exame muito simples feito no consultório médico pode diagnosticar o melanoma com até 99% de certeza, mesmo em estágios iniciais.

Como é feita a remoção desses sinais?

As pintas que forem "suspeitas", isto é, aquelas que tem potencial de virar um câncer de pele, devem ser removidas através de uma pequena cirurgia.

Primeiramente é feita uma anestesia local e então, com um bisturi, o cirurgião plástico retira a pinta e envia para exame (anatamo-patológico).

Ainda tem dúvidas?

Para uma avaliação detalhada, com solicitação de exames, estudo do seu caso em particular, eliminação de todas as dúvidas e mais material complementar, por favor, ligue hoje mesmo para o nosso consultório e agende sua consulta.

         (79) 98854-0367 | (79) 3025-0702